Áries

A Lua inicia a semana transitando a casa 6 do mapa natal, Virgem, em conjunção com Vênus e trígono com Urano em Touro. Isso favorece contatos sociais, principalmente relações profissionais. Observaremos o foco de nossas energias em aprendermos a ouvir o que o outro tem a dizer, para que possamos melhor articular nossa expressão individual. Devemos tomar cuidado, no entanto, com imposição de valores pessoais quando lidamos com qualquer pessoa, procurando sempre ouvir para entender, não contra-argumentar.

 

Touro

A semana começa trazendo mais oportunidades para taurinos realizarem atividades sociais que continuem mudando suas perspectivas sobre auto-expressão. A Lua e Vênus conjuntas na quinta casa, ao inicio da semana, nos dão a sensação de conforto sendo alcançado de maneiras inesperadas, dado que estamos entendendo a maneira como podemos melhor expressar nossas vontades e explorando sensações novas. Novos grupos de amigos ou atividades atípicas ativam um lado mais inovador de touro sobre como melhor interagir.

Pode haver situações conflitantes durante a semana, por conta de imposições de terceiros a nossa maneira de agir. Diplomacia e firmeza são necessárias para lidar, se for o caso.

 

Gêmeos

Geminianos têm atividades no lar favorecidas no início da semana. Quando falamos de lar, nos referimos ao lugar em que nos sentimos confortáveis e próximos a quem amamos; também nos referimos à sensação de conforto que temos em momentos de solitude. Podemos aproveitar o momento para descansar e libertar nossas mentes do que quer que possa ter nos atribulado pelos últimos dias.

A energia aumenta conforme a Lua avança por libra e escorpião (mais ao final da semana), mas ainda será necessária cautela acerca de novas decisões, que precisam ser revistas com base em todos os fatos. Estes talvez não sejam claros, mas ainda teremos o impulso para tomar a decisão mais atrativa no momento. Reflexão e flexibilidade são boas áreas a explorar essa semana.

 

Câncer

Cancerianos ainda contam com o Sol pelo final de sua primeira casa, com a semana completando este trânsito anual: Isso trará encerramento a um período de avaliação da direção pessoal em relação ao meio em que vivemos. Devido a configuração atual com Marte em aquário (retrógrado na casa 8) e Mercúrio em leão, temos vivido uma época de cobrança interna por mudanças que não sabemos como manifestar.

Uma boa solução pode se apresentar durante o período vinda de parentes, amigos próximos ou pessoas de nosso entorno com quem tenhamos certo nível de proximidade. Atentos, contudo, para não tirarmos conclusões precipitadas sobre ações alheias e reagirmos de acordo com o que sentimos, como se pudéssemos construir certezas apenas baseadas nas nossas respostas emocionais diante da situação. Ouvir e compreender racionalmente é necessário.

 

Leão

Com o trânsito lunar semanal tendo início na segunda casa natal (Virgem), temas levantados durante o final de semana anterior podem surgir em nossas mentes para reavaliação. Observando Mercúrio na casa 1, surgirão questionamentos como Tenho sido sincero e justo em minhas ações para com meus amigos e familiares? Minhas motivações são baseadas no que eu realmente penso ou no que espero que os outros entendam pelo que digo? Tais questões serão trabalhadas conforme a semana se desenvolve, nos levando a buscar conforto em quem confiamos para nos dar conselhos sem julgamentos. É aconselhável buscarmos essas pessoas e falar sobre o que nos tem sido mais enfadonho, para avaliarmos mais racionalmente nossa expressão e aliviarmos o fardo mental.

 

Virgem

Para virgem, a Lua abre a semana em seu signo Ascendente, trazendo o foco às tarefas que foram priorizadas em nossas mentes pelos dias recentes e nos permitindo reavaliar onde podemos melhorar.

A agitação das últimas semanas se intensifica, trazendo sensação de sobrecarga, mesmo que as experiências sejam interessantes e enriquecedoras. Há uma tendência ao desequilíbrio, apesar de todo o esforço para focar no que parece mais urgente, pois não queremos deixar passar algo que possamos aproveitar, ao passo em que tentamos desenvolver o que já nos foi apresentado. Cuidado com o corpo e a mente é a dica para melhor passarmos a semana.

 

Libra

A primeira parte da semana nos evidencia, librianos, que comportamentos mantivemos até o presente que deveriam ter ficado no ano passado. Muitas vezes, deixamos que os hábitos e personalidades de outras pessoas nos moldem as ações acerca de nossos desejos pessoais.

Marte retrógrado na quinta casa nos fará ter urgência em nos livrarmos de pesos que não são nossos, mas foram impostos por nós mesmos para que melhor nos adequássemos. Por essa semana, é possível que encontremos situações indicadoras das áreas onde temos aberto mão de nosso poder pessoal em favor de uma aparente harmonia, mas sem receber resultados proveitosos à nossa experiência em retorno. Atenção aos detalhes será necessário.

 

Escorpião

A semana favorece novos insights acerca de nossas relações e como nos expressamos no convívio íntimo. Estes momentos epifânicos virão de encontros sociais em que nos veremos estimulados a discutir ideias e, portanto, criar novas perspectivas sobre como lidamos emocionalmente com nós mesmos. No momento, com Saturno e Plutão na casa 3, estamos aprendendo a entender a diferença entre o que é ideia fixa em nossas mentes, estabelecida por conveniência, e o que é realidade social, baseando-nos nas experiências dos que nos cercam. É hora de analisarmos que atitudes nos têm representado em sociedade e como podemos melhor adaptá-las ao ideal que temos para o nosso futuro.

 

Sagitário

Com Vênus na casa 10 sendo visitada pela Lua ao início da semana, Sagitário passa por um momento de visibilidade social com seus amigos, parentes e trabalho – parecendo precisar mais de atenção do que o usual. Podemos sentir, portanto, que há pressão demais onde deveríamos apenas aproveitar o momento, mas não conseguimos, devido à cobrança interna para manter o meio social ativo e satisfeito. Podemos manter nossas rotinas agitadas – o problema não reside aí –, mas o corpo e a mente precisam de descanso para processar e absorver o que é vivido de maneira saudável. A dica, então, é levar adiante o que precisa ser feito, mas sem colocar pressão para que ocorra como o esperado, dando o devido espaço para sua consciência focar no que será proveitoso da situação.

 

Capricórnio

O Sol, ainda em câncer, nos da mais oportunidades até o final da semana para avaliarmos como temos agido em meios sociais em oposição a como pensamos agir. Amigos podem nos dizer abertamente o que sentem e estaremos receptivos a ouvir e aplicar quaisquer mudanças necessárias ao padrão de comportamento, otimizando relações e trazendo mais proveitos dos contatos advindos da nova maneira de interagir, que podemos observar há algumas semanas.

Vênus em nossa nona casa, respondendo a Mercúrio em leão, facilita o diálogo aberto sobre temas emocionais que precisam ser revistos, mas é necessária paciência e empatia, para que não nos mantenhamos presos em velhos padrões de comunicação, que já não nos servem.

 

Aquário

Essa semana, Vênus já transita pela oitava casa, facilitando a racionalização de questões ligadas ao controle de nossas rotinas. Teremos mais leveza ao lidar com conflitos gerados por estresse, mas será necessária cautela. Não é porquê temos mais facilidade em entender os temas tratados e como lidar, que sabemos na prática como resistir ao impulso de tentar controlar tudo ao redor para que saia à nossa maneira. Podemos aproveitar o momento para rever como estão as finanças, nossa disposição física e relacionamentos íntimos, observando como temos lidado e como gostaríamos de lidar, tendo momentos suficientes de reflexão para chegar a uma conclusão. Tomar atitudes por impulso pode ser prejudicial pelas próximas semanas, com Marte ainda retrógrado.

 

Peixes

Com a última semana do Sol no signo de câncer, na casa 5, passamos por momentos de redescoberta, onde percebemos atitudes que antes entendíamos como expressão individual mas que se adaptavam às maneiras alheias para que pudéssemos fazer parte de determinados coletivos, grupos ou até mesmo relacionamentos. É um momento bom para reformular, através da experiência, a maneira como entendemos as necessidades alheias e respondemos a elas, estabelecendo barreiras saudáveis, sem a sensação de que negligenciamos o outro.

 

TEXTO POR: DAVID FISCHER 
REVISÃO POR: GIULIA RAMPAZO
ILUSTRAÇÕES: VICTOR LOUREIRO

Tem alguma dúvida? Quer conversar com a gente?
Manda um email pra bixaria@westandfearless.com